segunda-feira, 16 de novembro de 2015

ESXi Embedded Host Client – Acessando o ESXi pelo browser

                 

Há cerca de 3 meses o VMwareLabs, site no qual os engenheiros da VMware costumam compartilhar algumas Flings, disponibilizou uma fling chamada ESXi Embedded Host Client.

Essa fling é uma interface gráfica para o host ESXi e foi toda desenvolvida em HTML5 e JavaScript, e pode representar uma prévia do que pode vir a ser o vSphere Web Client futuramente.

Como se trata de uma fling não há nenhuma garantia de que a mesma se torne algo oficial, mas pelo feedback positivo e o sucesso que tem feito na comunidade VMware, é provável que nos próximos lançamentos o ESXi já venha com essa interface embutidade. Por enquanto também não há nenhum tipo de suporte, em caso de problemas/bugs a única alternativa é deixar uma mensagem na página da própria ferramenta, e aguardar que o engenheiro responsável responda.

No momento as seguintes operações estão disponíveis com a ferramenta:

  • ·         VM operations (Power on, off, reset, suspend, etc).
  • ·         Creating a new VM, from scratch or from OVF/OVA (limited OVA support)
  • ·         Configuring NTP on a host
  • ·         Displaying summaries, events, tasks and notifications/alerts
  • ·         Providing a console to VMs
  • ·         Configuring host networking
  • ·         Configuring host advanced settings
  • ·         Configuring host services

A ferramenta está disponível no format .vib, para ser instalada diretamente no host ESXi, e também como .zip (offline bundle), para ser utilizada junto com o VUM (vSphere Update Manager).


O download e as instruções de instalação estão na página da solução.


quarta-feira, 22 de abril de 2015

Lab VMware na nuvem (AWS ou Google Cloud)

                 

Que tal a possibilidade de montar o seu ambiente de lab em uma nuvem pública da Amazon (AWS) ou Google (GCP)?! Parece interessante né?! Pois essa é a nova oferta da startup israelense Ravello Systems.

Basicamente a Ravello Systems desenvolveu o seu próprio hypervisor (baseado no KVM), chamado HVX. O HVX roda em cima de máquinas virtuais nas nuvens da AWS ou Google Cloud. Inicialmente a tecnologia permitia a importação de máquinas virtuais VMware e KVM, sem a necessidade de qualquer modificação nas VMs, oferecendo a oportunidade de reproduzir um ambiente de produção na nuvem, atendendo a uma série de casos de uso:

- Desenvolvimento/testes;
- Demonstrações;
- Treinamentos e etc.

Na última semana, a Ravello Systems anunciou (ainda em versão beta) a implementação de uma nova funcionalidade no HVX que emula as features Intel-VT/AMD-V, permitindo assim que hypervisors como ESXi e KVM possam ser instalados em máquinas virtuais rodando em cima do HVX, que por sua vez está rodando em cima de uma VM na nuvem. J


Por se tratar de uma funcionalidade ainda em versão beta, existem algumas limitações:

- Não há suporte para a interface de rede VMXNET3 no ESXi virtual. Consequentemente também não é possível utilizar o SMP-FT, pois requer uma rede de 10Gb (vmxnet3);
- Não há suporte para o VCSA 6.0 por conta de limitações de controladoras de disco e no suporte ao formato OVF;

Aqueles que tiverem interesse podem se cadastrar para testar a solução por um período de 14 dias e com algumas restrições de capacidade:

-          Versions supported: ESXi 5.5 and ESXi 6.0
-          Maximum number of CPUs per ESXi host: 4 CPUs
-          Maximum memory per ESXi host: 32GB
-          Maximum number of guest VMs per ESXi host: 4
-          Maximum vCPU per guest VM: 2 vCPUs
-          Maximum memory per guest VM: 8GB RAM
-          Maximum number of ESXi hosts in an environment: 250

Como eu estava sem hardware disponível para montar meu lab com o novo vSphere ESXi 6.0, resolvi testar a plataforma da Ravello Systems.

O primeiro passo foi me cadastrar no site da Ravello Systems. Após o cadastro recebi um email com todas as informações de como instalar o ESXi na plataforma.

São várias as configurações necessárias, mas com os artigos contendo os passo a passos publicados no blog da empresa, foi bem tranquilo para colocar o lab no ar.


Abaixo você confere o ambiente que eu criei:


AD/DNS – 2vCPU, 2GB RAM, 50GB HD
NFS – 1vCPU, 2GB RAM, 132GB HD
vCenter – 2vCPU, 8GB RAM, 52GB HD
3 ESXi – 4vCPU, 7GB RAM, 20GB HD (cada)

Para se ter uma idéia um ambiente como este que eu montei, após o período de trial, me custaria em torno de $2,64/hr.

O resultado final me agradou bastante. A interface é bem intuitiva e o desempenho atende perfeitamente o necessário para um ambiente de lab. Além disso, a possibilidade de utilizar templates (VM library) e blueprints (que permite o deploy de um ambiente completo) facilita e agiliza a criação/reprodução de novos ambientes. 

terça-feira, 24 de março de 2015

Considerações importantes antes de instalar VMware vCenter Server 6.0

                 

O VMware vSphere 6.0 trouxe algumas mudanças relevantes na sua arquitetura, principalmente no vCenter Server, com a introdução da Platform Services Controller e a junção da maioria dos serviços necessários em uma única instalação (sem a opção de separação desses serviços).

Aqueles que já tiveram a oportunidade de executar uma instalação/atualização de ambiente VMware em versões anteriores (5.x), devem se lembrar que existia uma ordem correta na instalação dos componentes do vCenter Server. 

Basicamente você tinha a opção de executar uma instalação simplificada (Simple Install), na qual todos os componentes (vCenter Inventory Service, vCenter Single Sign-On, vCenter Server e vSphere Web Client) eram instalados automaticamente, na ordem necessária e na mesma máquina. E além dessa opção, também era possível instalar cada um desses componentes separadamente, na mesma máquina ou em máquinas diferentes.

No vCenter Server 6.0, essa “estrutura” mudou, e os serviços foram divididos da seguinte maneira:

VMware Platform Services Controller

- Single Sign-On
- vSphere License  Service
- VMware Certificate Authority

vCenter Server

- vCenter Inventory Service
- PostgreSQL
- vSphere Web Client
- vSphere ESXi Dump Collector
- vSphere Syslog Collector (no caso do vCenter Server p/ Windows)
- vSphere Syslog Service (no caso do vCSA)
- vSphere Auto Deploy

Todos estes serviços são instalados em conjunto, ou seja, ao instalar o VMware Platform Services Controller, você na verdade está instalando todos os serviços listados anteriormente, assim como no caso do vCenter Server, ao fazer a instalação ou o deploy do vCenter Server Appliance, todos os serviços listados também são automaticamente instalados. Não existe a possibilidade de instalar nenhum desses serviços separadamente, por exemplo: não tem como instalar o vCenter Inventory Server em uma máquina e o vCenter Server em outra máquina, como era possível até o vCenter Server 5.5.

De certa forma essa nova configuração simplificou bastante todo o processo de instalação do vCenter Server. O planejamento que deve ser feito a partir de agora é com relação à Platform Services Controller e o vCenter Server.

Existem duas opções para a instalação do vCenter Server e do VMware PSC:

vCenter Server with an embedded Platform Services Controller: nesta opção o vCenter Server, os componentes do vCenter Server e todos os serviços que compõem a PSC são instalados na mesma máquina.

vCenter Server with an external Platform Services Controller: nesta opção o vCenter Server e os seus componentes são instalados em uma máquina e os serviços que compões a PSC são instalados em uma outra máquina.

Essa escolha deve ser feita com bastante cuidado pois uma vez definida a configuração, para alterá-la após a instalação é bastante complicado.

Existem diversas variações dessa arquitetura, como por exemplo a utilização de uma única PSC para mais de um vCenter Server ou então a utilização de mais de uma PSC. Aqueles que tiverem interesse recomendo a leitura do artigo “vSphere Datacenter Design – vCenter Architecture Changes in vSphere 6.0 – Part 1”, no qual o autor mostra várias opções de configuração e diz quais são recomendadas  e quais não são.

Aqueles que estão pensando em atualizar o ambiente de uma versão anterior para o vCenter Server 6.0 devem ter ainda mais precaução. Em primeiro lugar é necessário que o seu ambiente já esteja no mínimo em alguma versão do vCenter Server 5.x. Não é possível atualizar diretamente um vCenter Server 4.x ou anterior. Nestes casos será necessário atualizar para uma versão vCenter Server 5.x para então atualizar para o vCenter Server 6.0.

Uma outra questão importante a ser observada, é que dependendo de como foi feita a sua instalação do vCenter Server 5.1 e 5.5, pode acontecer da atualização para o vCenter Server 6.0 resultar em uma topologia (PSC e vCenter Server) não recomendada.

Para maiores detalhes vejam o KB “List of recommended topologies for vSphere 6.0.x (2108548)

Outra consideração importante é sobre o banco de dados, caso sua instalação atual do vCenter Server 5.x tenha sido feita utilizando o SQL Express (que até então era instalado junto com o vCenter Server, caso não fosse especificado um outro banco de dados), a atualização para o vCenter Server 6.0 efetuará automaticamente uma migração desse banco de dados para um banco Postgres. Esse banco Postgres que vem embutido no vCenter Server suporta até 20 hosts ESXi e 200 VMs, na versão Windows. No vCenter Server Appliance o Postgres pode ser usado para ambientes com até 1.000 hosts ESXi e 10.000 VMs.

Para finalizar, recomendo a leitura do KB “Important information before upgrading to vSphere 6.0 (2110293)”, que contêm diversas considerações relevantes para os que pretendem atualizar o ambiente para o vCenter Server 6.0.

quinta-feira, 12 de março de 2015

VMware vSphere 6.0 oficialmente disponibilizado para download!

                 

Pouco mais de um mês após o anúncio oficial, e quase 2 anos após a disponibilização do vSphere 5.5, a VMware lançou oficialmente para download a nova versão da sua plataforma de virtualização, o VMware vSphere 6.0, além de outras soluções, como por exemplo o VSAN 6.0, o SRM 6.0 e os produtos que compõem a suíte vCloud.

Para saber mais sobre algumas das novidades do vSphere 6.0, veja o post “Novidades do VMware vSphere 6.0!!” que fiz na época do anúncio.

Os que tiverem interessem podem fazer o download dos arquivos clicando nos links abaixo (é necessário estar logado no MyVMware. Os que não possuem licença podem se registrar para a avaliação por 60 dias, clicando na opção “Download Trial”):


Abaixo toda a documentação que foi disponibilizada junto com o lançamento.

New Features and Release Notes


Configuration Limits


ESXi and vCenter Server Product Documentation


Supplementary Documentation


Pacote .zip com toda a documentação reunida: